Desafios do Administrador do Futuro

Em tempos de tecnologia avançada, máquinas cada vez mais elaboradas que praticamente substituem todo o trabalho humano e uma infinidade de detalhes que ameaçam milhares de bons profissionais, como graduanda em Administração de Empresas me pergunto: Qual será o espaço dentro de uma empresa para o Administrador no futuro? E para quais desafios este profissional deverá estar preparado?

As instituições de ensino superior tendem, ainda que na teoria, a formar líderes empreendedores. Batem incansavelmente em uma mesma tecla – O Administrador do presente e do futuro deve estar sempre aberto a mudanças e inovações, possuir o perfil de um empreendedor nato, sabendo interpretar cada momento, antecedendo os problemas e as soluções, pensar globalmente, agir localmente, etc., etc.

Cada um desses conceitos discutidos em sala de aula são de enorme importância na formação de futuros Administradores de sucesso. No entanto, não deve existir nenhuma fórmula mágica e perfeita, capaz de garantir que o profissional desta área tenha êxito em suas decisões e ações. Se assim fosse, qualquer graduado, devidamente especializado em uma área, poderia se sentir tranquilo, convicto de ter o seu bom e velho emprego pelo tempo que desejasse. Mas o bacana de tudo na vida, está no desafio. Em dias como esses, com clientes cada vez mais exigentes e a concorrência ameaçando o tempo todo, a comodidade não é uma boa companhia para aqueles que pretendem fazer carreira em grandes, médias ou mesmo pequenas empresas.

O espaço do Administrador no futuro continuará sendo aquele conquistado por ele mesmo, através de um trabalho diferenciado e versátil. Mais do mesmo não agrada a maioria. Pensar e enxergar além, pode fazer esta diferença e garantir ao Administrador a segurança por estar no lugar certo, fazendo a coisa certa, no momento exato.

Já os desafios do Administrador do futuro são os mesmos enfrentados por profissionais de hoje e mais alguns. Os avanços tecnológicos são cada vez mais abrangentes e rápidos. Cabe ao Administrador ser tão rápido quanto. Conhecer as novas tecnologias deve fazer parte do currículo de todo profissional que se preze. Isso pode conceder alguns passos a frente do concorrente além de aumentar sua pontuação dentro do próprio campo de trabalho ou na busca de novos ares. Portanto, ficar atento a tudo que pode ser um últil instrumento de trabalho, ver a tecnologia como uma aliada, não como um bicho de sete cabeças acaba sendo o grande diferencial entre um e outros profissionais. Porque o Administrador é aquele que serve de intermédio entre os relacionamentos humanos e ao mesmo tempo, precisa compreender todos os detalhes que fazem as engrenagens girarem em sincronia, para o bom funcionamento de cada setor da empresa.

Aqueles que sonham em ser um profissional de sucesso nesta ou em qualquer outra área deve começar a se especializar desde já. Como já dizia a minha avó “conhecimento não ocupa espaço” e o futuro? Já começou.

Por: Elizabete Ribeiro Oliveira em http://www.administradores.com.br/informe-se/artigos/os-desafios-do-administrador-do-futuro/43231/

Como é ser Administrador?

Vou ser Administrador de Empresas, como será minha carreira?

Ser Administrador, em princípio, administrador todos nós o somos. Do ponto de vista profissional, administrador é toda pessoa responsável pelo desempenho de um grupo. É sobre ele que recai a autoridade formal para gerenciar recursos da organização, mesmo que, seja necessário a aprovação de outros. Segundo Peter Drucker, notável autoridade no assunto, “administração é a prática específica que converte uma multidão em um grupo eficiente e orientado para certas metas”.

Cabe a ele a responsabilidade pelo planejamento das estratégias e pelo gerenciamento de uma empresa. Ele ajuda a definir, analisar e cumprir as metas da organização, cabendo a ele, como gestor de todo sistema, conhecer os Princípios de Administração de forma a desenvolver as competências e habilidades das pessoas e dos locais de seus trabalhos rumo aos objetivos da Organização. Ele trabalha em praticamente todos os departamentos, nos quais gere recursos financeiros, materiais e humanos.

Estudar Administração é propor-se a um processo crescente e contínuo, uma vez que cabe ao administrador, conduzir as relações entre empresa e empregados, participar desde os processos de seleção, admissão e demissão de funcionários. É ele quem implementa planos de carreira e programas de benefícios. Cabe-lhe ainda, coordenar os recursos materiais da empresa, prover a compra de matérias-prima e insumos e controlando sua estocagem, qualidade e reposição.

Em aspectos financeiros o Administrador é aquele que cuida de custos, orçamentos e fluxo de caixa. Ele também se envolve com a publicidade e o marketing, na promoção de vendas de produtos ou serviços. Registrado junto Conselho Regional de Administração “C.R.A.”- ele é um profissional com direitos e deveres, que pode trabalhar em qualquer região do país e nos mais variados setores como hospitais, fábricas, escolas. Pode gerir qualquer negócio, seja uma grande corporação, um restaurante ou um salão de beleza, organizar um piquenique da empresa, planejar um casamento, administrar uma ONG ou um lar. Para tanto, as habilidades gerenciais são ativos indispensáveis. É esse universo que o curso de Administração abre para quem pretende graduar-se.

Seja bem vindo futuro Administrador . . .

Como é ser Contador?

Vou ser contador, como será minha carreira?

Nunca, em tempo algum anterior, a profissão contábil foi tão evidenciada quanto agora. Já explico: com as mudanças constantes na legislação tributária, sped contábil e nova lei das S/A, o contador tem sido o principal parceiro das empresas para o entendimento e aplicação das leis. Mas, porque ser um contador, ou contadora? Um contador é um consultor de empresa, em primeiro lugar. É da contabilidade que são tiradas as informações financeiras e econômicas sobre o patrimônio da entidade, seus bens, seus direitos e também das dívidas da entidade para atender aos empresários, acionistas, governo, bancos e fornecedores, entre outros interessados.

 Além disso, hoje quase todo tipo de fiscalização às empresas passa antes pela entrega de declarações aos diversos órgãos fiscalizadores nos níveis federal, estadual e municipal. Quem se responsabiliza pela fidelidade dessas informações – e entrega aos diversos públicos, é o contador. E de posse das diversas informações sobre o patrimônio o empresário pode tomar decisões essenciais e vitais na empresa, como aplicar recursos, abrir filiais, comprar mais ou menos mercadorias outras.

 O curso superior é o de Ciências Contábeis e hoje até já há em formato de educação à distância. Além do nível superior, alguns profissionais precisam ainda de cursos profissionalizantes nesta área – para aprender os aspectos práticos que a faculdade não fornece. Concluído o curso superior, o profissional deve se cadastrar no Conselho Regional de Contabilidade para começar a trabalhar como contador. Pode abrir um escritório particular ou trabalhar nos inúmeros escritórios contábeis existentes.

 Também pode trabalhar em diversas empresas. As de porte médio ou grande são as que mantém contabilidade própria. A maioria terceiriza a área contábil. Um aspecto bastante relevante: o contador tem reserva de mercado, ou seja, somente um contabilista (contador ou técnico contábil) pode fazer os balanços das empresas, que são obrigatórios independentemente de seu porte.

 Quanto às habilidades para ser contador: ter raciocínio lógico, gostar de ler – devido às constantes mudanças da legislação, ser honesto, ter facilidade em utilizar uma calculadora e um computador, ser prático e organizado e principalmente, gostar de servir (esta habilidade serve para todas as profissões). Pode ser tímido e quanto mais idoso melhor: passa credibilidade. Não é idade que vai dizer se um contador é bom ou não e sim a sua capacidade de se atualizar. E vamos acabar com um mito: não precisa ser um gênio na matemática, basta saber as quatro operações básicas inicialmente. Depois pode evoluir e aprender matemática financeira.

 Um contador também pode ser um perito contábil ou auditor, além de educador na área contábil, sempre tão carente de bons profissionais. Para quem acha que ser contador não vive emoções e que sempre faz a mesma coisa, ledo engano: com as mudanças constantes da legislação, quem parar de estudar hoje já estará atrasado amanhã. E haja raciocínio para entender todas as mudanças em tempo recorde de entender e aplicar. Há ainda os que se especializam em contabilidade pública – trabalhando em órgãos governamentais. Em concursos públicos é uma das matérias mais solicitadas quer seja em cargos de Auditores ou Fiscais, tão almejados pelos salários que beiram hoje aos doze mil reais!

 Ser contador é sempre um desafio, seja buscando a melhor solução para o cliente ou identificando aspectos da legislação, que muda a todo instante.

 Se você gosta de desafios, seja contador, e viva emoções!

 Por Zenaide Carvalho http://www.blogcontabil.com.br/?p=1076

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.